33ª Marejada encerra com recorde de público

0 59

Estimativa é de mais de 230 mil visitantes durante os 13 dias do evento

A Marejada 2019 encerrou neste domingo (20) com gosto de quero mais. Foram 13 dias de programação com muita música, gastronomia, diversão, acessibilidade e sustentabilidade. A 33ª edição registrou recorde de público: mais de 235 mil pessoas visitaram o evento – em torno de 27 mil a mais em relação à 2018 e o melhor resultado dos últimos 10 anos. Para o próximo ano, a maior festa do pescado do Brasil já tem data marcada, de 6 a 18 de outubro.

“A Marejada se reafirma como uma opção de qualidade entre as festas de outubro em Santa Catarina, destacando as particularidades de Itajaí na cultura e gastronomia. Tivemos muito cuidado e respeito para tornar a festa acessível para todos e inovamos retirando o plástico descartável da festa. Quem esteve aqui nestes 13 dias com certeza saiu impactado com a experiência e estes diferenciais”, afirma o secretário de Turismo e Eventos de Itajaí, Evandro Neiva.

O dia de maior movimento foi o sábado (19) quando a festa recebeu 42.378 pessoas. Até a data, mais de 195 mil tinham passado pela Marejada. Com o público deste domingo (20), a festa atingiu um total de 235.432 visitantes. Para o secretário de Turismo, neste ano a população permaneceu mais tempo no evento aproveitando as atrações e o ambiente.

“A Marejada proporcionou um entretenimento familiar, tranquilo, seguro e limpo. Não tivemos nenhuma ocorrência durante o evento”, pontua Neiva. “Para 2020 faremos uma festa ainda melhor com novidades na cenografia, na acessibilidade e espaços para crianças”, completa.

Diferenciais

Primeiro evento de entretenimento do país sem plástico descartável, a 33ª Marejada inovou ao adotar embalagens recicláveis e talheres de madeira na área gastronômica. Também colabora com o meio ambiente usando copos ecológicos e distribuindo água gratuitamente para eliminar o uso de garrafas plásticas.

As ações sustentáveis ainda evitaram o descarte de mais de 142 mil copos, o que garantiu um evento extremamente limpo e organizado. A Central de Resíduos Sólidos ainda separou os materiais coletados entre orgânicos, rejeitos e recicláveis para a destinação correta. A medida também permitirá que os resíduos sejam reaproveitados pela indústria local como matéria-prima.

A 33ª Marejada de Itajaí também é o primeiro evento de entretenimento de Santa Catarina a garantir acessibilidade plena para pessoas com algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida. A festa disponibilizou balcão de acessibilidade, intérpretes de LIBRAS, cardápios em audiodescrição, auxílio para deficientes intelectuais, cadeiras de rodas e mesa tátil para cegos, além de toda acessibilidade na estrutura física para assegurar a segurança dos visitantes, como banheiros acessíveis e estacionamento.

“A Marejada evolui a cada ano. Em 2019, conseguimos entregar um evento acessível, sustentável e cultural muito bem organizado, consolidando a festa no calendário de outubro e atraindo milhares de turistas para nossa cidade, além de reforçar o amor dos itajaienses por essa festa”, ressalta o prefeito Volnei Morastoni.

Risoto vence o concurso gastronômico

O público pôde escolher ainda os seus pratos preferidos no 1º Concurso Gastronômico da Marejada. Neste domingo (20), foi anunciado o campeão da votação popular: o risoto de filé mignon com queijo coalho do restaurante Chef Ricardo com 2.019 votos (57%). Em segundo lugar, ficou o mix de grelhados do mar do Bokerão Dupera com 1.298 votos (39%). Ao todo, foram contabilizados 3.542 votos no site oficial da festa.

Ainda na gastronomia, até sábado (19), foram vendidos mais de 42 mil pratos. Entre os preferidos do público estão a sardinha na brasa, com mais de 19 mil pratos vendidos, e o bolinho de bacalhau, com mais de 15 mil unidades comercializadas. O consumo de chope na festa também bateu recorde, foram vendidos mais de 47 mil litros. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.