Alesc recebe exposição “Vida: Teu nome é Mulher”, da artista Dilva Camargo

0 78


Em homenagem ao mês da mulher e ao Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, a Galeria de Arte Ernesto Meyer Filho e a Galeria virtual da Assembleia Legislativa recebe a partir desta terça-feira (2) até o dia 31 de março a exposição “Vida: Teu Nome é Mulher”, da artista plástica Dilva Camargo, profissional que há 22 anos integra o Circuito Internacional de Arte Brasileira. A abertura da exposição foi prestigiada pelo presidente da Assembleia, deputado Mauro de Nadal (MDB), sobrinho de Dilva, e pelas deputadas Marlene Fengler (PSD) e Dirce Heiderscheidt (MDB).

No total foram produzidas mais de 30 obras com traços ao tom de grafite e carvão, que estarão expostos na Galeria Virtual da Assembleia Legislativa, que pode ser acessada pelo site (www.alesc.sc.gov.br). A exposição na Galeria de Arte Ernesto Meyer Filho ficará restrita aos deputados e servidores devido a pandemia de Covid-19. Os trabalhos expostos são frutos do isolamento social do último ano, tempo em que a catarinense aproveitou para se debruçar ainda mais em sua produção.

Natural de Caibi, Dilva Camargo reside em Porto Alegre (RS), onde faz a pré-curadoria do estado do Rio Grande do Sul e já expôs suas obras em vários países. Ela enfatizou que sua obra tem como destaque o grafite, onde ela tenta retratar “pessoas em situação de rua, as comunidades e as necessidades da população. Expressar um pouquinho daquilo que o nosso povo sente e que muitas vezes as pessoas não veem.”

Sobre essa exposição, Dilva diz que foram valorizadas as mulheres. “Falar de mulher para nós é fácil. Ela é guerreira, tem força para fazer aquilo que ela quer. Não precisa de um homem para seu sustento. Ela é forte, que não se deixa dobrar. Procuro no meu trabalho impactar um pouco as pessoas, mostrando um pouquinho de cada etapa do dia-a-dia.”

O presidente Mauro de Nadal ressaltou que devido a pandemia há restrições no acesso ao Poder Legislativa, mas não poderia deixar de prestigiar o mês dedicado às mulheres, com a abertura da exposição. “Nós escolhemos algo um pouco diferente, pode até soar um pouco de bairrismo, estar aqui com minha tia, mas ela já representou o Brasil em vários países levando sua arte.”

A deputada Dirce Heiderscheidt destacou a sensibilidade da Assembleia Legislativa em abrir as comemorações do mês da mulher. “Uma maneira diferente de homenagear as mulheres, expondo esse trabalho da artista plástica Dilva Camargo. Passando essa experiência diária das mulheres, ainda mais neste período de pandemia.”

Já a deputada Marlene Fengler lembrou que 2020 e o início deste ano é um período diferente, tanto que algumas deputadas como Ada de Luca (MDB), Luciane Carminatti (PT) e Paulinha (PDT) não puderam estar prestigiando a abertura da exposição. “Nós representamos aqui a bancada feminina na Assembleia e esse momento que vivemos nos ensina muita coisa, em que devemos ter mais empatia com os outros e isso está muito claro na exposição dos retratos da Dilva.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.