Associação Terapêutica ACOLHER e o projeto Renovar o Brasil

0 157

“Fazer uma ação social, compartilhar do nosso tempo, da nossa saúde, com as pessoas que estão necessitando da nossa ajuda. Eu fico muito satisfeita com isso.”

É o que acha a Srª Valdevína Pires, 63 anos, moradora do Alto São Bento, Itapema-SC. E ela sintetiza muito bem o sentimento que repousou nos corações dos mais de 30 voluntários que participaram da ação proposta pelo RenovaBR, cujo nome foi Renovando o Brasil e aconteceu no último sábado (05/10), na Associação Terapêutica ACOLHER, Sertão do Trombudo. N° 6348, Itapema-SC.

Idealizada e projetada pelo Sr Guilherme Ângelo, o Renovando O Brasil tinha como objetivo final, dar um recado claro: a política é uma ação humana, voltada na construção de ideias que possam tornar a vida das pessoas melhor.

Para longe de um clichê eleitoreiro ou conceito vago acerca do trabalho, fato é que se promoveu mudança. E para melhor. “A ação Renovar o Brasil tornou possível a construção do local destinado a Roda de Chimarrão, proporcionando aos nossos acolhidos momentos de socialização, troca de experiências e mais conforto na hora de tomar aquele chimarrão. Essa ação chegou em um momento muito propício, porque tínhamos a ideia e nos faltava os materiais e mão de obra destinados à construção deste espaço, que é fundamental para o processo de tratamento e recuperação dos acolhidos, pois a Roda de Chimarrão, faz parte da terapia onde produz efeitos fantásticos no referido processo” Sinaliza o Sr Sergio Cesar Soares, Presidente da Associação Terapêutica ACOLHER.

Mas, nem tudo são flores, como nos diz Guilherme Ângelo, ao relatar o desafio que foi o planejamento, desenvolvimento e execução do Projeto Renovando Vidas – Roda de Chimarrão –

“Como tudo aconteceu, foi no mínimo emocionante. Tínhamos o projeto escrito e pronto, seria a revitalização de um equipamento público na área da saúde, iriamos reformar uma UBS, provavelmente a do Sertãozinho, dado o grau de comprometimento das estruturas. Verbalmente estava tudo certo com o Secretário de Saúde, o Senhor Alexandre Santos, contudo, o mesmo disse que precisava do aval de um outro setor. O tempo foi passando, foi passando e não tínhamos o retorno, até que mais tarde ele nos trouxe a negativa. Eu não tinha um plano B, e isso aí foi um erro da minha parte, a gente sempre tem que ter um plano B”. Infelizmente quem mais perdeu foi a comunidade que não teve a revitalização da UBS, algo que com toda certeza seria muito importante.

“Até que no meio da semana, a Srª Marlete, que é também ideializadora da ACOLHER e atua nesta área a décadas, foi buscar a minha mãe em casa, pra ela ir cortar o cabelo dos acolhidos, ela faz esse trabalho voluntário há bastante tempo, e aí conversei com a Marlete, que naquela hora foi um anjo na verdade, porque me salvou e salvou o projeto. Ela me disse que havia uma necessidade específica lá na ACOLHER, fazer a ampliação da estrutura, com cobertura, pra implementação da terapia Roda de Chimarrão, que já acontecia, mas sem a infraestrutura adequada. Foi Deus que levou ela lá em casa naquele dia, eu tenho certeza disso”

Bom, o restante a gente já sabe né? Divulgação, mobilização e ação. A participação de  duas empresas foi imprescindível, a saber FEJOBI Incorporadora do amigo Josias, a Metalcalhas e a Silpinus. Assim como outra grande empresa que prefere não ser citada e amigos que ajudaram com doações. Mas principalmente a todos que dedicaram o seu tempo de vida para ir visitar e trabalhar um pouquinho pela Associação Terapêutica ACOLHER, esta sim, o grande destaque desse trabalho, que reconhecida pela FEBRACT e a ACOMTESC, é respeitada em todo o país e admirada por Itapema e região, graças ao seu trabalho de salvar vidas e restituir famílias.        

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.