Campanha “Agosto Lilás” promove conscientização sobre a violência contra a mulher

0 336

O mês de agosto é dedicado à conscientização da importância da amamentação. No entanto, mais uma relevante campanha acontece neste mês: o “Agosto Lilás”, que busca esclarecer a população sobre os tipos de violência contra a mulher.

A iniciativa faz alusão ao aniversário da Lei Maria da Penha (Lei n º 11.340) e estabelece um mês de atividades de conscientização para a comunidade sobre a violência contra a mulher e como combatê-la, além de capacitação dos profissionais para o atendimento às vítimas.

“Percebemos que os índices de violência contra a mulher estão aumentando tanto no Estado, quanto em Tijucas. Esse não é um tema só para a polícia, que vai atuar na causa e eventualmente na prevenção, precisamos atuar na educação e na prevenção”, afirmou o secretário de Saúde, Vilson José Porcíncula.

Com a campanha, ações são realizadas em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Tijucas. O trabalho já acontece durante todo o ano, focado não apenas no atendimento à vítima, mas também no apoio para toda a família, contudo, em agosto as atividades estão intensificadas.

“A intenção é dar mais efetividade e trazer resultados no enfrentamento à violência contra a mulher em Tijucas, reunindo todas as informações e serviços para orientar essa vítima”, destacou a psicóloga Cassiana Pirath, coordenadora do setor de Atenção Básica.

De acordo com o prefeito de Tijucas, professor Eloi Mariano Rocha, é importante trabalhar na educação das futuras gerações. “A palavra que resume tudo isso é respeito. Os meninos e meninas que estão crescendo precisam aprender esse conceito para que situações de violência não se repitam”, afirmou.

Desde o começo do mês, várias atividades já foram realizadas. Dia 08, a comunidade de hipertensos do Campo Novo pôde contar com atendimento médico, de enfermagem, troca de receitas, aferição da pressão arterial e glicemia, além de informações sobre a campanha. Assim também aconteceu na UBS da Itinga, no dia 13. Nesta quarta-feira (14), uma roda de conversa com a Estratégia de Saúde da Família (ESF) aconteceu no Centro.

Confira a programação

Segunda-feira (19): UBS Porto Itinga, às 14h; 
Terça-feira (20): Grupo de Mulheres no Sul do Rio, às 14h; 
Terça-feira (20): Hiperdia (Grupo de Hipertensos) Praça, às 19h30; 
Quinta-feira (22): Grupo Qualidade de Vida Areias, às 14h, e 
Sexta-feira (30): Reunião de Equipe Areias, às 13h.

Índices de violência em Santa Catarina

De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado, em 2019, a cada hora quatro ocorrências de violência contra a mulher foram registradas. De janeiro até julho, foram registrados 29 feminicídios. O número é 45% maior do que no mesmo período do ano passado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.