Corinthians é superado pelo Palmeiras e se despede do Paulistão 2021

0 15


Na tarde de domingo (16), o Corinthians entrou em campo em mais um desafio pelo Paulistão 2021. Jogando na Neo Química Arena, o Timão disputou uma vaga na final do estadual em um derby contra o Palmeiras, mas acabou sendo superado pelo placar de 2 a 0.

Com a derrota, o Coringão se despediu do Paulistão
2021 e agora volta as atenções para a Copa Sul-Americana, onde enfrenta o Sport
Huancayo-PER pela Sul-Americana na quinta-feira (20) e também já inicia a
preparação para o Brasileirão, competição que começa no próximo dia 30.

Escalação

O técnico Vágner Mancini iniciou o duelo contra o Palmeiras com a seguinte escalação: Cássio (capitão); João Victor, Jemerson, Raul; Mandaca, Gabriel, Ramiro, Piton; Luan, Otero e Cauê. Durante o jogo, também entraram Gil, Mateus Vital, Gustavo Silva, Léo Natel e Jô. Ainda estavam no banco de reservas: Matheus Donelli, Bruno Méndez, Camacho, Fábio Santos, Roni, Gabriel Pereira e Vitinho.

Os desfalques corinthianos para a partida foram os volantes Xavier e Cantillo, ambos se recuperando de uma lesões musculares, o lateral-direito Fagner, com Covid-19, e Danilo Avelar, Gustavo Mantuan e Ruan Oliveira que seguem também em recuperação após lesões no joelho.

Bola em jogo!

Os primeiros minutos da partida foram com a cara de um Derby, com bastante disputa pela posse da bola e busca de criação de ataques para ambos os lados.

A primeira boa chegada corinthiana ao ataque foi aos 11 minutos da partida. O Timão trabalhou a bola pela direita, Mandaca recebeu e cruzou por baixo na entra da área, Luan dominou e bateu buscando o canto direito do goleiro, mas a bola passou perto da trave.

No minuto seguinte, o Coringão sofreu o primeiro gol do clássico após ataque lateral da equipe adversária, aproveitando o rebote do goleiro Cássio.

Aos 23 minutos por pouco o Corinthians não consegue empatar o confronto. Após escanteio cobrado na área, Raul Gustavo consegue arrumar de cabeça para Gabriel chegar finalizando de primeira e mais uma vez bola passa raspando a trave.

Pouco depois, o técnico Vagner Mancini precisou realizar a primeira substituição na equipe. O zagueiro Jemerson sentiu uma lesão na coxa e pediu para deixar o gramado, com isso, Gil entrou em seu lugar.

Aos 37 minutos quem tentou empatar a partida foi Otero, em uma boa cobrança de falta. O camisa 11 arriscou de longe na bola parada e mandou uma bomba para o gol, obrigando goleiro adversário a mandar para escanteio.

Segundo tempo

O Timão voltou para a etapa complementar com duas alterações: saíram Mandaca e Cauê e saíram Gustavo Silva e Mateus Vital.

O Corinthians voltou a levar perigo ao gol adversário pela primeira vez no segundo tempo aos seis minutos. Gustavo Silva conduziu bem a bola, invadiu a grande área pelo lado esquerdo o chutou firme, mas goleiro conseguiu fazer a defesa.

Aos 10 minutos, o Coringão chegou bem na bola aérea. Após cobrança de escanteio, Gil subiu bem e cabeceou, mas a bola subiu demais e foi por cima do travessão.

A partida voltou a ficar em um ritmo mais morno, sem muitas chances claras criadas. Com intuito de deixar ainda mais ofensivo o Timão, Mancini fez mais uma alteração, colocando Léo Natel no lugar do Ramiro.

Aos 30 minutos o Timão sofreu o segundo gol, o que deixou a partida um pouco mais complicada. A última mudança ainda ocorreu aos 37 minutos, com a entrada de Jô no lugar de Otero.

O Timão ainda teve pênalti a favor aos 38 minutos, mas Luan acabou desperdiçando a cobrança, mandando na trave.

COMENTE ABAIXO:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.