Credifoz distribui 50 mil mudas de plantas em oito cidades da região

0 46

A Credifoz Cooperativa de Crédito completou a distribuição de 50 mil mudas de árvores nativas pelo projeto Riqueza Compartilhada, iniciado em 21 de setembro, Dia da Árvore. Foram 48 dias de ação, com entregas nos postos de atendimento da cooperativa, paredes verdes em empresas e associações parceiras, sítios e praças públicas, de porta em porta nas vizinhanças e em mutirões de plantio nas comunidades. No total, 19 espécies de plantas – pitangueiras e goiabeiras, por exemplo – foram entregues nas cidades de Itajaí, Balneário Camboriú, Penha, Piçarras, Navegantes, Camboriú, Itapema e Tijucas.

“A recepção da comunidade foi muito positiva. Os moradores da região agradeceram a iniciativa e, mesmo aqueles que não era cooperados, se uniram à causa. Grande parte das mudinhas de árvores foram destinadas para plantio em áreas particulares. Muitas empresas parceiras criaram ações próprias de entrega, o que potencializou o projeto”, compartilha o diretor executivo da Credifoz, Silvano Lazarini Junior.

O projeto Riqueza Compartilhada celebra a conquista de 50 mil cooperados da Credifoz, que era um dos objetivos da cooperativa para esse ano. Cerca de 30 pessoas atuaram na mobilização para cumprir a meta no litoral norte catarinense e Vale do Itajaí. O projeto também contou com a parceria da empresa ambiental Somos Natureza.

Parede verde – As paredes verdes, com mudinhas prontas para retirada, foram montadas nos 14 postos de atendimentos espalhados em municípios da região e na sede da Credifoz. Além disso, houve pontos de distribuição na Acibalc, Hotel Sibara e Instituto Rogério Rosa, em Balneário Camboriú; no Posto Mar Azul, em Itapema; no Autovale Shopping, em Itajaí; na Wizard de Balneário Piçarras; Top Haus, em Navegantes; e CDL/Acipen de Penha.

Mutirões de plantio – A Credifoz promoveu dois mutirões de plantio ao longo do projeto. O primeiro foi em uma ONG de Itajaí que oferece a equoterapia como um método terapêutico para a reabilitação de pessoas com deficiência, síndrome de down e jovens e crianças com depressão, a Adequo Equoterapia. Ao todo, 200 mudas de árvores foram plantadas no terreno da associação. A segunda foi para recuperação de uma área degradada e como compensação de CO2 no bairro Várzea do Ranchinho, em Camboriú.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.