Em jogo repleto de emoções, Chapecoense vence e reassume a liderança da Série B

0 38


Se fosse um filme, a partida entre Chapecoense e Ponte Preta – disputada na noite de quinta-feira (21), na Arena Condá – iria da ação ao drama, mas seria celebrado com um final feliz. No duelo entre as equipes catarinense e paulista, que finalizou a 36ª rodada da Série B, fato é que não faltou emoção. Expulsão para o adversário, divididas acirradas, lesões graves e um pênalti convertido no apagar das luzes garantiram um sabor especial à vitória que devolveu a liderança da Série B ao Verdão.

A partida: 

Depois de uma chegada ao ataque da Chapecoense logo no primeiro minuto de partida, a Ponte Preta deu a resposta com Camilo, na bola parada, mas sem efetividade. Aos 10, Mike arriscou de canhota, de fora da área, e mandou perto do gol. Aos 32, Aylon aproveitou a sobra, ganhou a dividida e finalizou, mas a bola saiu pela linha de fundo. A pressão verde e branca ficou ainda maior após a expulsão de Luan Dias, da Ponte Preta, aos 40 minutos. Ainda ao final da primeira etapa, a Chape bombardeou o adversário em busca do gol, com Aylon acertando a trave e Anselmo Ramon aproveitando a sobra para finalizar com perigo, para grande defesa do goleiro da macaca.

Na etapa final, a persistência alviverde prevaleceu e as inúmeras chegadas ao ataque encurralaram o adversário. Aos 40, quando disparava em direção ao gol, Paulinho Moccelin foi parado com falta e, após prender o pé no gramado, deixou o gramado com grave lesão. A partida, que parecia se encaminhar para o empate, teve mudança de roteiro aos 47 minutos, quando Roberto foi derrubado na área por Apodi e a arbitragem assinalou pênalti. Na cobrança, o Cria do Condá Perotti converteu, confirmando a vitória.

Foto: Márcio Cunha/ACF
Foto: Márcio Cunha/ACF

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.