Era digital decreta fim do jornal impresso no mundo

Baixe o aplicativo do jornal diário oline Folha do Estado e fique atualizado: Agora você pode contar com esta plataforma em suas mãos, basta um click você baixa o aplicativo do jornal diário oline Folha do Estado SC e fique informado, matérias exclusivas e assuntos diversos, noticias isentas, feitas por jornalistas profissionais :https://play.google.com/store/apps/details?id=com.eb4app.www.android595434fa3b4da

89

14/05/2018: O jornal Folha do Estado, após 18 anos de atividades deve encerrar por definitivo sua edição impressa, a data, em breve anunciaremos, mas será breve, esta atitude foi fruto de mais de três anos de estudos e análises de mercados, cito três razões para tal, a impressão do papel e seu custo para o meio ambiente sobretudo tempo.  Segunda razão, por estarmos em processo de transição e as portas de o inicio de uma nova Era, o jornalismo impresso tem seus dias contados, e terceiro, a legislação ambiental e o mercado é quem dita as regras, então, o fim é inevitável!.  Vale relembrar do primeiro jornal em papel, Notícias Diversas, foi publicado como um panfleto manuscrito a partir de 713 d.C., em Kaiyuan, em Pequim, na China. O termo imprensa deriva da prensa móvel, processo gráfico aperfeiçoado por Johannes Gutenberg no século XV e que, a partir do século XVIII, foi usado para imprimir jornais, então os únicos veículos jornalísticos existentes.

Do meados do século XX em diante, os jornais passaram a ser também radiodifundidos e teledifundidos (radiojornal e telejornal).  No final do século XX e no início do XXI, surgem com força com o advento da World Wide Web,  vieram também os jornais online, ou ciberjornais, ou webjornais. O termo “imprensa”, contudo, foi mantido, mas os jornais impressos está dia a dia deixando de registrar a história e estão entrando para a história. Com a revolução mecânica industrial, iniciada na Europa em 1750, estamos chegando ao final de um processo que já dura 278 anos, quando os registradores dos fatos começam a reconhecer a transição dos veículos impressos, feito em processo mecânico industrial para as tecnologias digitais. Citamos, jornais que já reconheceram e fizeram a transição, deixaram os impressos, são eles os principais; jornais do Brasil, diário Popular, jornal da Tarde, Gazeta do Povo e centenas de outros.

Com estas informações prática de uma realidade sem volta, já possamos dizer que algumas nações mais desenvolvidas, já estão à caminho de Quinta Era de desenvolvimento humano, quântica e tecnológica digital onde as tecnologias robóticas e maquinas pensantes estão sendo introduzida no nosso modo simples cotidiano, e alterando todo o processo humanístico, cientifico, técnico, profissional e de trabalho, onde as tecnologias estarão servido os homens, todas as forças de trabalhos serão substituídas por equipamentos pensantes que farão atividades e os serviços básicos, desde o preparo da terra para pôr a semente aos incrementos de saúde e espaciais, pois, querendo você ou não, em 30 anos, as máquinas substituirão maioria da mão de obra de “do lavrador da terra, motoristas e serviços de ciências, da agricultura, pesca e de toda planta indústrial” em escala global.

Portanto, estamos nós da imprensa escrita passando por um dos processos mais belos e até enigmático para os mais céticos e religiosos, todas as mãos de obras serão substituídas pelas nanotecnologias robóticas (máquina pensantes), e quântica que ainda está dando seus primeiros passos evolutivo, qual substituirá tudo o que vemos e o que temos hoje, será considerado obsoleto, como num passo de mágica, isso não é mágica é tecnologia, produto de centenas e centenas de milhares de anos de evolução humana.

Neste texto apaixonado, me percebo por acaso como um vidente, mas tudo isto já é uma realidade, como relatou Albert Einstein “A liberação da energia atômica mudou tudo, menos nossa maneira de pensar”. Arisco em afirmar que a tecnologia digital, robotizada e quântica mudará tudo, sobretudo, todas as maneiras de se pensar, até os raciocínios lógicos serão pegos de surpresa”

Portanto, não há espaços para jornais, livros impressos ou qualquer manipulação de edição das palavras em papel vegetal, como a fabricação do dinheiro, isso já pode ser considerado histórico, peças de museu para a Era Digital. Porém, no contexto atual,  vivemos na transição do mecânico para o Digital, posto que se insistirmos nisto, possamos ser considerados criminosos ambientais, arcaicos e dinossauros, por mais conservador que sejamos, a indústria impressa  encerra-se ou deverá de encerrar as suas atividades e migrará  para as tecnologias digitais e quânticas, maquinas que pensam e realizam em todos os aspectos os afazeres humanos com perfeição, cálculos e desenhos, tão rápidas, eficientes e eficazes como um freche de pensamento ou ao a um toque do dedo indicador, “compartilha-se tudo para todos com uma rapidez impensada”. É com alegria e com um pouco de sentimento de apego que damos está notícia que acabo de digitar este texto em um mecanismo Androides sobre uma mesa, ao lado de um dos mais importantes arquitetos do país, o intelectual e ex-prefeito de Londrina Luiz Bracarense, qual corrobora em parte com os mesmos pensamentos. Pois, após uns minutos desta edição e a um toque no teclado do celular transmito aos meus amigos no EUA, EUROPA e ASIA, pois, a era do papel e da impressão mecânica chegou ao fim em todos os continentes, e nós como operadores de um veículo impresso não poderia jamais perder esta oportunidade de informar que todo conteúdo impresso, não perdem a sua eficácia ganha em agilidade, conteúdo, técnica e profissionalismo, de onde estiver serei o portador da notícia ao mundo.

Acesse o diário oline Folha do Estado que deverá ganha um novo nome, formatos e plataformas, conforme  linguagem digital, quais todos poderão acessar de qualquer ponto do planeta, através de uma simples busca, então baixe o aplicativo, https://play.google.com/store/apps/details?id=com.eb4app.www.android595434fa3b4da o diário oline Folha do Estado ww.folhaestado.com e muito obrigado a todos.

https://www.facebook.com/folhadoestadoitajai/videos/1880063895657488/

Editor e jornalista José Santana  DRT3982/SC