ESQUADRÃO DA POLÍCIA MONTADA PODERÁ RECOLHER CAVALOS ABANDONADOS EM JOINVILLE

Na Tribuna Livre da sessão de ontem na Câmara de Vereadores de Joinville, o Comandante do Esquadrão de Polícia Montada da PM, Eduardo Silveira de Oliveira Pires, apresentou uma proposta para facilitar que cavalos que venham a ser abandonados por carroceiros sejam recolhidos ao quartel até a adoção.

0 122

A sugestão vem no momento em que resta cerca de um ano e meio para que entre em vigor, definitivamente, a proibição do uso de animais de tração para recolhimento de materiais para reciclagem (LC 496/2018).

A ideia baseia-se em ação desenvolvida em São José, na qual a Prefeitura paga à Cavalaria da PM daquele município para recolher e manter os animais. Naquele município, isso é realizado por meio de convênio que custa R$ 8,5 mil mensais.

Em São José, a medida resultou no recolhimento de 110 animais, sendo que todos encontraram lares. Alguns ficaram com a própria cavalaria daquele município.

EQUOTERAPIA

Parte do valor poderia facilitar a implantação do Centro de Equoterapia pretendido pela Cavalaria. Comandante Eduardo Silveira de Oliveira Pires explicou que a ideia de um centro como esse é atender pessoas com transtornos como autismo, por meio do contato com animais. A cavalaria conta com 60 mil m² em área do bairro Petrópolis, onde há 31 cavalos utilizados pelos policiais.

O Comandante contou um pouco sobre o Esquadrão de Polícia Montada, criado em 1994. Entre as ações estão as de choque, incluindo a atuação em reintegrações de posse, e a contenção de tumultos em atos de grande aglomeração populacional.

A cavalaria atua anualmente em ações como a operação Veraneio, ação integrada de segurança entre vários organismos estaduais, entre eles a PM, no período do verão em que o turismo amplia o movimento no estado.

JACKSON MAIER

 

 

Fonte:Div.Jornalismo CVJ.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.