Festa do Divino aguarda milhares de Pessoas em Penha neste final de semana

0 153

A 183ª edição da Festa do Divino Espírito Santo de Penha, um dos mais tradicionais eventos religiosos e culturais da região de Itajaí, chega na no seu auge neste final de semana, com os momentos mais importantes do festejo, como o coroação do imperador e o sorteio de quem será coroado no ano que vem.

O evento é promovido pela família imperial deste ano, liderada pelo casal Oscar Francisco Pedroso, o Tampa, e Ivanete Vieira Pedroso, Associação Cultural e Assistencial Divino Espírito Santo (ACADIES) e Paróquia Nossa Senhora de Penha, com apoio da Prefeitura de Penha. Um público de 15 mil pessoas é esperado pelos organizadores. “A tradição da Festa do Divino de Penha envolve toda a região, onde anualmente famílias itajaienses, piçarrenses e navegantinas também são convidadas para fazerem parte do cortejo imperial”, explica o diretor de cultura de Penha, Eduardo Bajara. Este ano, famílias de Bombinhas, Porto Belo e Brusque também foram visitadas.

O tom da festa é principalmente religioso, tendo como objeto a devoção ao Espírito Santo, à terceira pessoa da Santíssima Trindade, quando os devotos agradecem e oram pela intervenção divina. Já o folclore da festa revive a história da rainha D. Isabel de Aragão, que teria prometido ao Divino Espírito Santo peregrinar o mundo com uma cópia da coroa e uma pomba no alto, arrecadando donativos em benefício da população pobre, caso o esposo, o rei D. Dinis, fizesse as pazes com seu filho legítimo, D. Afonso, herdeiro do trono.

Da mesma forma, todos os anos, um novo casal imperial promove um banquete em Penha para seus convidados, que são chamados de “empregados” da festa. O almoço anualmente tem a participação de cerca de 2.500 pessoas e acontece no último domingo da celebração. Em Penha, esta tradição é realizada desde 1836.

Além da celebração religiosa, que envolve missas, procissões e outros ritos sagrados, a festa também tem sua parte social, na qual o salão paroquial permanece aberto com completo serviço de bar e cozinha, além de servir pratos especiais, e oferecer apresentações culturais e musicais. Uma feira também é montada ao redor da Igreja Matriz Nossa Senhora de Penha, sede dos festejos, com diversas opções de gastronomia, artesanato, brinquedos e diversões.

Um show pirotécnico também está marcado para o sábado, dia 8, logo após a procissão de translado da Coroa da Igreja Matriz até a Casa da Coroa. Antes, as 19h30, acontece a Missa de Vigília de Pentecostes.

No domingo, dia 9, a programação começa às 9 horas com Procissão do translado da coroa para a Igreja Matriz, e Missa de Pentecostes, com a coroação do Imperador, às 10 horas. No meio-dia, 12 horas, começa o almoço promovido pelo imperador aos devotos. Às 16 horas uma nova procissão, com o encontro do Imperador com seus familiares. E às 17 horas um dos momentos mais aguardados, com o sorteio para decidir quem será o imperador no ano que vem. Como sempre, 12 candidatos sonham com a honraria.

A festa termina na segunda-feira, dia 10, feriado municipal em Penha. Às 10 horas acontece a última procissão e a última missa. Às 12 horas, novo almoço é oferecido pelo imperador aos devotos. E às 20 horas acontece o tradicional baile de encerramento.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.