Fique de olho em vazamentos

0 97

Especialistas destacam que até os pequenos vazamentos são vilões da conta de
água, podendo causar grandes perdas físicas. Fazer a manutenção em torneiras,
válvulas, boias de caixas e registros pode representar até 25% de economia no
consumo de água.

Perdas em volume
Uma torneira pingando desperdiça quase 1,5 mil litros de água mensalmente. Já o
problema em uma válvula de descarga do sanitário pode acarretar em uma perda
de até 4,3 mil litros de água em um mês, enquanto que um filete de apenas 4 mm
em um encanamento representa uma perda mensal de 13.260 litros.

Caçando vazamentos
Muitos vazamentos em canos e torneiras residenciais podem ser facilmente
encontrados. Para caçar vazamentos, siga os seis passos seguintes:

1- Feche todas as torneiras, interrompendo o uso da descarga e de todos os
aparelhos ou equipamentos que usam água.

2- Leia o relógio (hidrômetro). Sem fechar os registros, anote o número marcado
no visor do hidrômetro, espere uma hora e refaça a leitura. Caso o ponteiro tenha
andado e o número no visor sofrido alteração é sinal de vazamento no imóvel.

3- Nos canos alimentados por caixas d’água, marque o nível da água da caixa e
verifique, depois de uma hora, se houve alterações. Caso o nível tenha baixado, é
sinal de que há vazamentos na tubulação ou sanitários.

4- Nos vasos sanitários com caixa acoplada, retire a tampa da caixa e pingue
algumas gotas de corante. Após alguns minutos, observe se o vaso ficou colorido.

5- Nos jardins, note se há áreas com terra mais fofa e úmida ou plantas mais
crescidas em uma área do que em outras. Isso pode indicar vazamento.

6- Faça um teste acústico dando batidas com a mão fechada na extensão do
encanamento que percorre a parede, ficando atento para sons diferentes.
Vazamentos desse tipo também deixam sinais aparentes nas paredes como relevos
(bolhas) e manchas na pintura.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.