Florianópolis Chuva mantém Prefeitura em alerta nas próximas 24 horas

315

 

14_01_2012_16_08_6e2d0a2879885ca71e06c1e2519e8ed2Defesa Civil e Secretarias Municipais criaram plano de contingência no caso de novos acidentes

 

Equipes da Defesa Civil e das secretarias municipais de Assistência Social, de Obras e de Habitação e Saneamento permanecerão em alerta durante as próximas 24 horas para colocar em ação o plano emergencial e preventivo de ocorrências devido à chuva que atinge a Capital desde a noite de segunda-feira (30). O grupo foi convocado pelo vice-prefeito João Batista Nunes, na tarde desta terça-feira (31), enquanto o prefeito Gean Loureiro está em Brasília para, entre outras ações, pedir a liberação de mais de R$ 2 milhões que serão usados em obras de drenagem para evitar novos alagamentos em Florianópolis.

 

“Todos os setores envolvidos já estão mobilizados para que haja uma resposta rápida à população, caso se confirme a previsão de mais chuvas até domingo”, disse João Batista. As equipes da Defesa Civil estão em campo desde a madrugada desta terça-feira para atender às ocorrências causadas pela chuva.

 

No Saco dos Limões, uma pessoa morreu após o deslizamento de um muro de arrimo, que atingiu uma residência e ainda deixou outro ferido. Um total de 12 pessoas que viviam em quatro casas no local foram notificadas pela Defesa Civil a retirar-se da área. Todos se deslocaram para a casa de familiares.

 

 

Alerta

Florianópolis é um dos únicos municípios do Estado a ter um mapeamento de áreas de risco, elaborado pela Defesa Civil da Capital, além do plano de contingência, que envolve além das secretarias municipais, a Defesa Civil do Estado, Epagri e o Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Nacionais).

 

A Capital tem, atualmente, 23 mil pessoas vivendo em áreas consideradas de risco. De acordo com Luiz Eduardo Machado, da Defesa Civil, o limiar de segurança da cidade é de chuvas de até 100 mm, volume que foi ultrapassado em menos de 24 horas, com previsão de permanecer até o próximo domingo. “Já estamos no limite do suporte de drenagem e deslizamentos e, a partir de agora, a tendência é que tenhamos mais ocorrências generalizadas”, disse.

 

 

De Brasília

O prefeito Gean Loureiro está em Brasília em busca de recursos para investimentos na Capital e deve voltar nesta quarta-feira (01). Entre eles, uma verba de cerca de R$ 2,5 milhões da Secretaria Nacional de Defesa Civil para a recuperação da drenagem nas vias do município, que foram assoreadas na ocorrência da tempestade do dia 04 de dezembro. “Desde a madrugada estou monitorando a situação e acompanhando as ações para dar apoio às famílias atingidas”, afirmou o prefeito.
Orientações

A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros atendem aos chamados de emergência pelos telefones 199 e 193.  A orientação dos órgãos de segurança é para que os moradores de áreas de risco, em especial nos morros, verifiquem os arredores das residências, procurando por qualquer sinal de alteração no solo.

 

Muros, postes e árvores inclinadas devem deixar os moradores em alerta, assim como rachaduras. Nesses casos, as pessoas devem se abrigar em um local seguro e chamar a Defesa Civil imediatamente.

foto/divulgação: Cristiano Andujar

Comentários estão fechados.