Inscrições abertas para o Concurso Beleza Negra até 31 de outubro

0 466

Escolha da realeza ocorrerá em 29 de novembro, na Sociedade Tiradentes

As mulheres negras de Itajaí terão a chance de entrar para a realeza do município com o concurso Beleza Negra. As inscrições já estão abertas e seguirão até o dia 31 de outubro (quinta-feira). É preciso efetuar a inscrição na sede da Secretaria Municipal de Promoção da Cidadania (rua Uruguai, 1330, Fazenda), das 13h às 19h de segunda a sexta-feira, ou online por meio deste site.

> O edital completo está anexo no fim da página.

As interessadas em disputar a coroa devem entregar os seguintes documentos: cópia de documento com CPF (RG, CNH ou outro); comprovante de residência; foto recente de corpo inteiro sem a necessidade de ser uma fotografia profissional. Nas inscrições online, os documentos e foto deverão ser enviados para o e-mail diretoria.tematicas@itajai.sc.gov.br ou entregues na sede da Secretaria.

Poderão participar as candidatas do gênero feminino, com idade entre 18 e 35 anos (maioridade atingida até o dia do evento) e que residam em Itajaí.

O evento é realizado pela Secretaria Municipal de Promoção da Cidadania, com apoio do Conselho Municipal de Desenvolvimento da Comunidade Negra (Conegi). Além disso, integra a programação do mês da Consciência Negra e da segunda edição da campanha Itajaí Sem Racismo, que será lançada na primeira semana de novembro.

O dia da coroação

A escola da realeza será durante a Noite da Beleza Negra, no dia 29 de novembro (sexta-feira), às 20h, na Sociedade Cultural e Assistencial Tiradentes. O clube fica na rua José Pereira Liberato, 437, no bairro São João e a entrada será gratuita à comunidade. O objetivo é valorizar os aspectos da cultura afro-brasileira representados pelas mulheres negras de Itajaí com a escolha de três representantes.

As candidatas serão avaliadas nos quesitos Estilo/Originalidade, Simpatia, Conhecimento e Torcida. A avaliação será feita com notas de 5 a 10 por quesito e sem meio ponto, com a escolha feita pela soma dos pontos. As finalistas receberão premiações de acordo com a classificação.

Mudança de nome

Antes, o concurso se chamava A Mais Bela Negra e trocou de nome para alterar o significado de toda a competição. “Foi uma sugestão do Conegi para que não fosse levada em consideração somente a beleza, mas também outros atributos importantes. Agora também vamos enaltecer a cultura e o conhecimento das mulheres negras da nossa cidade”, salienta Sara Ternes, diretora de Relações Temáticas da Secretaria de Promoção da Cidadania.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.