Itajaí terá Festa do Peixe no primeiro sábado de agosto

0 388

Evento homenageia os pescadores da cidade e distribuirá cerca de 10 toneladas de pescado gratuitamente

Maior porto pesqueiro do Brasil e responsável por 55% da venda de pescados no mercado nacional, Itajaí vai realizar a Festa do Peixe no primeiro sábado do mês de agosto, dia 3. O evento é uma homenagem aos pescadores da cidade e comemora a retomada da pesca industrial da tainha. A festividade ocorrerá na Vila da Regata, ao lado do Centreventos, das 10h às 16h, e vai distribuir cerca de 10 toneladas de peixe gratuitamente à população.

Organizada pelo Município de Itajaí, por meio das secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Turismo e Eventos, a Festa do Peixe conta ainda com apoio da Secretaria Nacional de Aquicultura e Pesca, do Sindicato dos Armadores e das Indústrias da Pesca de Itajaí e Região (Sindipi) e do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Pesca de Santa Catarina (Sitrapesca). Os associados das entidades do setor farão a doação dos pescados para o evento.

“Felizmente, a pesca da tainha foi liberada e a Festa do Peixe é uma maneira de comemorarmos e homenagearmos esses trabalhadores do mar, tão importantes para o nosso município. Como há menor disponibilidade da espécie no mercado, vamos incluir outros peixes, como a anchova, que tem sido pescada em bom volume”, explica o prefeito Volnei Morastoni.

Em torno de 30 entidades e secretarias municipais devem participar da Festa do Peixe. Nesta edição, o evento deverá oferecer tainha, anchova e sardinha preparadas das mais diversas formas pelos participantes: assadas, fritas, grelhadas ou na brasa. A expectativa é que a festividade reúna em torno de 15 mil pessoas durante o sábado.

Pesca é referência

Com aproximadamente 700 embarcações de pesca industrial, cerca de 40 indústrias de pescados congelados e a maior enlatadora de pescado da América Latina, Itajaí é referência em tecnologia, inovação e qualidade na pesca. O setor também representa o segundo PIB da cidade.

“A Festa do Peixe é um reconhecimento e uma celebração à nossa pesca. Somos um dos polos de pesca industrial mais produtivos do país e, não podemos esquecer, o mais produtivo de Santa Catarina. Após várias restrições que foram impostas à pesca da tainha, os pescadores nos solicitaram a realização da festa para comemorar a reabertura”, destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico, Thiago Morastoni.

Toda estrutura da festa, como tendas, palco, banheiros químicos e segurança, será disponibilizada pelo município, além de atrações culturais. O evento ainda terá apoio da Guarda Municipal, Codetran, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.