IVAN NAATZ PEDE CRIAÇÃO DE “FRENTE PARLAMENTAR EM DEFESA DO SANEAMENTO”

0 119

O deputado estadual Ivan Naatz (PV) já conseguiu as assinaturas de apoio necessárias de diversos outros parlamentares, principalmente da região do Vale do Itajai, e esta pedindo a criação, nesta semana, na Assembléia Legislativa , a implantação da Frente Parlamentar em Defesa da Universalização do Saneamento Básico no Estado de SC. O objetivo é o de sensibilizar o poder público e a sociedade sobre a importância da implantação de política estadual de saneamento para ampliar a cobertura do saneamento básico, principalmente a rede de coleta e tratamento de esgotos gerando reflexos positivos na saúde e no meio ambiente, bem como para a balneabilidade das praias no segmento do turismo litorâneo.

Naatz justificou que estudos recentes do Instituto Trata Brasil e da Confederação Nacional da Indústria (CNI) indicam que apesar de Santa Catarina registrar uma cobertura de abastecimento de água e de coleta do esgoto dentro da média brasileira, apenas 20,9% dos efluentes recebem tratamento antes de voltar para a natureza. “É o pior índice entre os três estados da região Sul”, afirma o deputado, acrescentando que o parlamento precisa unir forças com a sociedade para cobrar ações efetivas do governo estadual no planejamento de ações a médio e longo prazo, dando prioridade para o setor com a criação também de uma política estadual de saneamento.

Naatz disse ainda que não é contra as privatizações ou as municipalizações do sistema de saneamento que saíram da abrangência dos serviços da Casan nos

Contato 47 99977 5420

últimos anos, mas que precisa haver maior fiscalização estatal e das agências reguladoras. “Tem ocorrido que muitas concessionárias locais têm priorizado a comercialização da água que dá mais lucro e deixado de lado a implantação do sistema de esgoto que demanda mais recursos e é demorado. Mas é preciso a conscientização geral de que aplicar recursos em saneamento evita gastos futuros com saúde”, observa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.