MACHISMO E FALTA DE ÉTICA NO CARGO

0 374

Neymar da Silva Santos Júnior, mais conhecido como Neymar Jr. ou Neymar, é brasileiro. Najila Trindade Mendes de Souza, é brasileira. E o que temos em relação aos dois brasileiros?

Neymar é investigado por estupro depois que Najila o denunciou na última semana. Ela fez um boletim de ocorrência, no qual afirma que Neymar a estuprou durante encontro em Paris, em maio deste ano. Neymar está se defendendo, afirmando que a relação sexual foi consensual. O caso está sendo apurado pela Polícia Civil de São Paulo.

Todavia, o Presidente da República Jair Messias Bolsonaro, manifestou-se publicamente sobre um Inquérito Policial que ainda não foi concluído e corre em segredo de justiça, dando seu apoio ao brasileiro de alcunha “Neymar Jr”. Inclusive visitou o atleta já na madrugada de quinta-feira, no Hospital em Brasília, para onde Neymar foi encaminhado após uma contusão durante partida “caça níquel” em que participava na capital federal.

E quanto a mulher brasileira de nome Najila ? Algum comentário? Alguma visita oficial agendada? Alguma manifestação de apoio ?

Um Chefe de Estado não pode comentar de forma preliminar, sobre um assunto tão delicado, sem conhecer as provas de ambos os lados. Até porque as duas partes são igualmente brasileiras.

É notório que o peso do apoio presidencial à Neymar, deve-se a diferença financeira e midiática. Afinal, quem é Najila ? Onde o “apoio presidencial” ganha maior destaque ?

Bolsonaro detém a mais alta Função Pública do Brasil e desta forma está ferindo a ética do Cargo que, a rigor técnico, poderá ter consequências, como motivo de um Impeachment, por exemplo. Conforme a Advogada Constitucionalista e Mestre em Direito Público Administrativo Dra. Vera Chemim, pode-se “dizer que ele feriu o decoro, conforme consta na Constituição, Lei 1079, a “Lei do Impeachment”. É uma afirmação leviana. Ele não pensa no que fala, é um comentário infeliz, ele fez esse comentário como pessoa, como qualquer um de nós. Um Presidente da República não pode sair fazendo esse tipo de afirmação”, sinalizou Dra. Vera.

E conclui que “foi mais uma declaração infeliz, que reforça um posicionamento do atual governo, de que não é prioridade o combate a violência contra mulher. Assim você autoriza os comentários machistas”, afirmou.

O assunto é tão delicado para estes dois brasileiros que, inclusive o conceituado e renomado Repórter Esportivo Mauro Naves, 31 anos de profissão na Rede Globo, foi afastado das suas funções pela Diretoria da Empresa, pelo “simples” fato de fornecer o contato de um Advogado ao Pai de brasileiro Neymar, sob o pretexto de que pudesse ter “exclusividade” na cobertura do grave caso acontecido. Feriu o regimento interno da empresa. Imagine agora a manifestação pública de um Chefe de Estado e suas consequências !

Apesar de que demonstra um posicionamento que não surpreende ninguém, Bolsonaro é conhecido por esse tipo de declaração machista. Sua declaração unilateral, desastrosa, infeliz, está dentro da liberdade de expressão, embora seja descuidada qualquer declaração nesse sentido por não saber os fatos. Aliás, nem lhe compete saber. Demonstra falta de conhecimento, prudência e mais uma vez, falta de assessoria para declarações improvisadas.

JACKSON MAIER

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.