Mãe de MC Kevin conta episódios em que foi vítima de racismo

0 27


source
Mãe de MC Kevin relata episódios de racismo
Reprodução

Mãe de MC Kevin relata episódios de racismo


Valquíria Nascimento, mãe do cantor MC Kevin, contou em entrevista a um podcast alguns episódios de racismo que sofreu há pouco tempo antes do filho morrer. Segundo a empresária, ela costumava ser mal atendida em grandes lojas de marca e o filho, quando tomava conhecimento dos constrangimentos que ela passava, costumava voltar ao local para defendê-la e ensinar a lição aos preconceituosos de plantão.

“Tem uns dois ou três meses atrás que entrei em uma loja de marca pra comprar uma bolsa pra mim e ninguém me atendeu. Todo mundo olhando e aí veio uma menina muito simples. Eu ia comprar dois vestidos e uma bolsa. Saí da loja e contei o que aconteceu pra ele (Kevin). Ele falou: ‘ah é? Amanhã vou lá na loja’. Quando ele chegou na loja todo mundo foi atender. Ele perguntou: ‘quem é fulana de tal?’ Aí a menina falou ‘sou eu’. E o Kevin disse: ‘quem vai me atender é você, porque ninguém aqui atendeu minha mãe ontem. E aí foi ele, o Caio Black e o meu artista, o FK, e derrubaram a loja. Compraram tudo que tinha. A menina começou a chorar, porque ela iria ser mandada embora. Era o último dia dela porque ela não tinha batido a meta”, conta a mãe do funkeiro, que ainda relembrou outro episódio ainda mais constrangedor.


“Quando eu mudei pro condomínio, eu tinha que sair pra comprar móveis. Eu fui numa determinada loja muito famosa. Cheguei lá na loja pra comprar, primeiro não fui atendida porque sou negra, essa é a realidade do nosso país. Não estava num carrão, porque meu carro é um Honda Fit. Então parei meu carro na frente da loja, simples e humilde. Desceu eu e meu marido. Meu marido é moleque: bermuda jeans e tênis quatro molas no pé. Entramos na loja e atenderam ele, porque ele é branco e altão e não me atenderam. E aí ele disse: ‘porque não atenderam ela? Ela quem vai comprar’. Perguntei o preço do sofá e o vendedor falou: ‘não, tem um mais barato’. E eu disse mas eu quero saber desse, eu não te perguntei do mais barato’. E ele disse: ‘esse é muito caro’. Perguntei quanto e ele falou o preço. Eu saí e fui ver umas outras coisas. Ele disse: ‘tem uma loja da gente que é um outlet e lá tem bastante coisa na promoção. Olhei pra ele, pra não brigar, respirei e saí”, diz ela que, ao chegar em casa, contou ao filho o que havia acontecido.

“O Kevin me perguntou se eu tinha comprado e eu falei que não. Contei tudo e ele disse: ‘mentira? Amanhã nós vai lá com você. E aí foi um artista. MC Kevin parou na porta da loja de Evoque (Land Rover). Quando ele desceu sozinho já tinha gente abrindo a porta pra ele. Ele pegou, olhou e disse: ‘pode vir, mãe’. Perguntou quem me atendeu e eu falei. ‘O que foi que a minha mãe perguntou aqui?’ Eu falei que era o sofá e que ele (vendedor) tinha falado que era muito caro como se eu não tivesse dinheiro e que tinha um mais barato. ‘Quanto que é o sofá?’ O cara falou: ‘R$ 25 mil’. E aí ele disse: ‘minha mãe até ia comprar o sofá aqui, mas nós vamos comprar na loja do outro lado e pode ser R$ 50 mil. Eu pago 50, mas não pago 25 aqui porque você tratou minha mãe mal. ‘Não foi nada disso, foi um mal entendido’. Kevin já saiu bravo, xingando todo mundo daquele jeito dele. Fomos na outra loja e compramos outra coisa na outra loja. Não comprei sofá de R$ 25 mil, porque eu não sou louca. Assim ele fez muitas vezes”, revela.

Fonte: IG GENTE

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.