PARTIDO DE BOLSONARO EXPULSA DEPUTADO FROTA

0 358

Informações dão conta que após a expulsão, Fronta, já estaria em contato com os caciques do Dem, de Rodrigo Maia, para onde deve ir, o deputado polêmico, deverá de fazer oposição sistemática ao governo Jair Bolsonaro

Partido Social Liberal (PSL) partido do presidente Jair Messias Bolsonaro, decidiu e expulsou por unanimidade, nesta terça-feira (13) o deputado Alexandre Frota (SP).

 A decisão foi tomada após reunião da sigla em Brasília e anunciada pelo presidente do PSL, Luciano Bivar.

A deputada Carla Zambelli fez a defesa do pedido de expulsão, que foi aprovado por unanimidade na executiva do partido bolsonarista.

Um dos motivos para a expulsão sumária de Frota, teria sido por sua abstenção na votação da reforma da Previdência na semana passada, com isso o Parlamentar não teria mais espaço no partido. A saída, já era dada como certa, anima outras legendas, como o Democratas (DEM), do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Segundo o Congresso em Foco, o líder do DEM, ACM Neto, confirmou que foi feito um convite ao parlamentar. Se o PSL decidir pela expulsão, Frota mantém seu mandato e pode aumentar a bancada do DEM, que se coloca hoje no “Centrão”. Em seu Twitter, já desativado, o deputado já postou mensagens concordando com análises de Rodrigo Maia.

Oficialmente, a executiva nacional do PSL justificou a saída afirmando que Frota demonstrou “infidelidade” ao atacar o governo e colegas de bancada nos últimos meses. O deputado foi criticado, sobretudo, por se abster na votação do 2º turno da Previdência, o que foi considerado uma “traição” à legenda. A proposta foi aprovada por 370 votos a favor, 124 contra e uma abstenção, a do parlamentar. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.