POLÍCIA CIVIL DE ITAPEMA CUMPRE MANDADO DE PRISÃO E BUSCA E APREENSÃO E APREENDE ARMA DE FOGO, MUNIÇÃO E MAIS DE 500 PÁSSAROS SILVESTRES

0 1.042

Na data de hoje (13.12.2019), às 6h, a Polícia Civil de Itapema (SIC) com o apoio da Polícia Militar de Porto Belo (PPT) cumpriram Mandado de Prisão e Busca e Apreensão em um sítio, no bairro Areal, expedido pelo juízo da Comarca de Itapema em desfavor de S.R.D.S. No local, foram realizadas buscas e a equipe tática localizou uma arma de fogo calibre .38 municiada.
Concomitantemente, foram realizadas diligências no terreno para apurar a venda de pássaros silvestres e foram localizadas diversas aves em cativeiro.

Entenda o caso: Segundo apurado nas investigações, S.R.D.S., mantinha uma grande quantidade de aves no local e inclusive realizava a venda.
Além disso, S.R.D.S. era investigado por possuir uma arma de fogo, a qual ele utilizava para ameaçar seus vizinhos e esposa, sendo que inclusive acabou coagindo uma das vítimas depois de prestar depoimento na Delegacia de Polícia.
Durante as buscas foram localizadas diversos pássaros, mais de 500, ainda não totalmente contabilizados, dentre tucanos, corrupiões, trinca-ferro, saíras, dentre outras não endêmicas da região, como algumas da Região Amazônica e Cerrado.

Foi localizado, também, certa quantia em dinheiro, bem como diversos cheques que, provavelmente, são oriundos do comércio ilegal dos pássaros.
Os animais foram apreendidos pela Polícia Militar Ambiental e serão encaminhados ao Órgão Competente que, em seguida, irá encaminhá-los para cuidado especializado, com reabilitação e, se possível, soltura no habitat natural.

Compareceram ao local diversos órgãos de fiscalização/cuidados, como G.O.R, FACCI, IMA, FAMAP e Polícia Militar Ambiental, a fim de apurar as irregularidades e expedir as autuações administrativas.
Por fim, S.R.D.S foi encaminhado à Delegacia, onde foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, bem como instaurado um procedimento para apurar a venda ilegal de animais silvestres e possíveis envolvidos.

POLÍCIA CIVIL, VOCÊ PODE NÃO VER, MAS ESTAMOS SEMPRE PRESENTES.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.