Polícia Federal combate corrupção no Poder Judiciário de Alagoas

0


Maceió/AL – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (04/11) a Operação Pecunia non olet para combater crimes de corrupção praticados por membros do Poder Judiciário do Estado de Alagoas.

Estão sendo cumpridos 15 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça, nos estados de Alagoas e no Paraná.

A investigação aponta que agentes públicos e advogados intermediaram o retardamento de julgamento e proferimento de decisões favoráveis no interesse de uma empresa do ramo da Educação com a contrapartida de pagamentos de gastos de um magistrado.

Se comprovada a participação, os envolvidos poderão responder pelos crimes de corrupção ativa e passiva, além de advocacia administrativa, situação em que agentes públicos promovem interesses ilegítimos, solicitando retardamento, ação ou omissão de atos de ofício, em contrariedade aos preceitos e princípios legais.

Coordenação-Geral de Comunicação Social da Polícia Federal
(61) 2024.8142
imprensa@pf.gov.br