Porto Belo fecha o acesso à cidade pela Ponte sobre o Rio Perequê

0 855

Buscando medidas para combater o coronavírus no Município de Porto Belo e região, o Governo Municipal através do decreto 2386/2020 determina restrições quanto à entrada de veículos na cidade e o período para circulação de pessoas nas ruas. As medidas se dão pelo grande fluxo de pessoas, turistas e moradores que insistem em entrar e sair da cidade durante o período de quarentena.

A partir desta quarta-feira (19), quem deseja entrar em Porto Belo vindo do Município de Itapema deverá utilizar o acesso pela BR 101, seguindo pela Avenida Governador Celso Ramos. Para poder controlar a entrada de veículos na cidade, o Governo Municipal fechou o acesso pelo bairro Meia Praia, que passa pela ponte sobre o Rio Perequê.

O prefeito de Porto Belo Emerson Stein esteve reunido durante a manhã desta quarta-feira para orientar a Guarda Municipal, que atuará junto à Polícia Militar nestes procedimentos.

“Precisamos ter consciência que este é um período de quarentena, as pessoas não podem ficar passeando ou saindo às ruas sem razão. Somos uma cidade litorânea e estamos tentando impedir que os moradores aproveitem este período de quarentena para visitar nossas praias, eles são sempre bem vindos, mas este não é o momento. Nossa equipe vai abordar as pessoas nas ruas e vai convidar a se retirar das praias quando necessário” – explica o prefeito.

Outra determinação do Decreto é a proibição da circulação de pessoas nas ruas entre 22h e 6h. Somente poderão circular nas ruas durante a madrugada quem buscam ajuda médica, precisa ir até as farmácias ou que trabalham com delivery de alimentos.

Está proibida a entrada no Município de Porto Belo de veículos cujas placas não sejam de Porto Belo, Bombinhas, Itapema, Balneário Camboriú e Tijucas. Está liberada a passagem de caminhões para abastecimento e de veículos cujos motoristas comprovem residência, vínculo de parentesco com residentes ou trabalho em Porto Belo.

O Município de Porto Belo conta até o momento com quatro casos suspeitos e nenhum caso confirmado do COVID-19.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.