“Primavera da Resistência” valoriza e discute o papel da mulher na sociedade atual

0 186

Evento reúne diversas atrações artísticas dia 18/10 em Balneário Camboriú

Na próxima sexta-feira, 18 de outubro, o protagonismo feminino ganha ainda mais forma com o evento “Primavera da Resistência”. Com o apoio do movimento Mulheres do Litoral, o evento tem o intuito promover a reflexão sobre as grandes dificuldades que a sociedade enfrenta no cenário atual e fomentar a união de pessoas que tenham a Resistência como ideal em comum.

Realizada na Casa Kombicas, em Balneário Camboriú, a festa será comandada por talentosas mulheres, que apresentam suas artes com nuances singulares. A programação inicia a partir das 17h com o Bazar Mulit, que visa angariar fundos para as ações do movimento Mulheres do Litoral. As atrações musicais iniciam a partir das 19h, iniciando com o som contagiante do Baque Mulher, seguido por Val Felina Acústico, Duo Eu e Ela e finalizando a noite com o som vibrante da banda Ataq Coletivo.

Além de promover a cultura, o diálogo e a união, a Casa Kombicas ainda vai destinar parte das vendas da chopp lager para a Rede Feminina de Combate ao Câncer de BC, em alusão à campanha Outubro Rosa. Os ingressos antecipados estão disponíveis na Loja Kombicas no valor de R$10,00. A Casa Kombicas fica localizada na Rua 3250, número 420.

Conheça as atrações:

O Baque Mulher é um movimento nacional fundado pela Mestra Joana Cavalcante, tendo como objetivo refletir sobre a violência, racismo e opressão contra as mulheres através do maracatu. O Baque Mulher de Balneário Camboriú surgiu em 2018 e realiza encontros aos sábados na Casa Linhares (Praça do Pescador/Barra).

Val Felina é um projeto acústico de músicas autorais e releituras de artistas de luta de diferentes tempos e estilos. As composições contém uma crítica social e cunho feminista, expressando os sentimentos vividos que afloram em canções singulares. O projeto tomou força em 2018 e tem a parceria da cantora e compositora Huanita Radke como back vocal.

Composto por Noemi Carvalho e Cris Mello o Duo Eu e Ela nasceu em Fevereiro de 2018 Balneário Camboriú. Fazendo música na rua e tocando em eventos da cidade e em bares locais, transitam entre as variedades de estilos musicais fazendo releituras de diversos artistas. Em suas composições, expressam a vivencia de ser quem são e cantam sobre as lutas diárias pela liberdade e pelo amor.

A Ataq Coletivo é uma banda de punk rock antifascista com composições próprias, cujo objetivo é protestar, se reunir e fazer música! A banda luta pela conscientização da sociedade, para que as pessoas se tornem cada vez mais empáticas e verdadeiras; é a luta pela dignidade dos excluídos, dos abjetos, dos que não se encaixam em uma sociedade que prega o consumismo, a futilidade e o status quo.

Sobre a Primavera da Resistência

Em tempos de ódio, é preciso andar amado! Estamos diante de um cataclisma social, enquanto alguns lutam pelo direito de viver a outros é concedido o direito de matar. Vivemos uma realidade em que nossos direitos são cassados. Para o filho da trabalhadora? Nada de creche. Aposentadoria? Pra que ? Para os mais pobres? Política do extermínio. Para o preconceito? Liberdade. Para o ódio? Enaltecimento. Diante de tudo isso que já estamos cientes, o que fazer? Como agir? Qual o significado da palavra resistência? A primavera vem para florescer nossa luta! A Primavera da Resistência vem para, através da arte, criarmos e estreitarmos laços de confiança entre nossas camaradas. É o nosso DESPERTAR! A arte salva, alegra, une e nos traz reflexões. Somos batuqueiras, guerreiras, artistas, compositoras, cantoras… somos MULHERES! Viemos do tudo e do nada, vamos com a alegria da arte revolucionar. Seja bem vinda PRIMAVERA!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.