Programa de Combate à Dengue intensifica ações em cemitérios de Blumenau

0


Desde a última segunda-feira, dia 22, agentes de endemias da Secretaria de Promoção da Saúde de Blumenau (Semus) estão intensificando as ações nos 35 cemitérios da cidade. Uma força-tarefa está fiscalizando os locais que são frequentemente monitorados, especialmente após o feriado de finados. Até agora, os agentes identificaram 2.744 focos do mosquito Aedes Aegypti, responsável pela transmissão da dengue, febre amarela, zika e chikungunya. No mesmo período do ano passado eram 1.105 focos, o que representa um aumento de 148% no período.

A ação antecede a Semana de Prevenção à Dengue, que ocorre anualmente de 25 a 30 de novembro, com objetivo conscientizar a população sobre os cuidados para evitar a proliferação do mosquito. Na semana passada a equipe já fez uma pulverização nos locais e agora está reforçando as ações com a eliminação dos locais que possam acumular água. 

Os servidores que realizam visitas estão identificados com uniforme e crachá com nome e matrícula do profissional contratado pela Prefeitura de Blumenau. As fotos de todos os agentes estão disponíveis no site da Prefeitura. Os bairros Centro, Itoupava Seca, Velha, Victor Konder Vila Nova, Jardim Blumenau, Água Verde e Itoupavazinha são considerados infestados e seguem sendo monitorados.

Denúncias
A população também pode denunciar locais com possíveis focos do mosquito, entrando em contato com o Programa de Combate à Dengue, por meio do OuvidorSUS no telefone 156 (opção 4).

Dicas e cuidados para evitar a proliferação do Aedes aegypti:

– Elimine água parada de todos os recipientes
– Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usá-los, coloque areia até a borda
– Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo
– Mantenha lixeiras tampadas
– Deixe os depósitos d’água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água
– Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água
– Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana
– Mantenha ralos cobertos com telas de malha filha para evitar que o mosquito tenha acesso ao local
– Lave recipientes com depósito de água, como potes de comida e água dos animais, com escova ou esponja e detergente, no mínimo uma vez por semana
– Se for necessário que o recipiente fique com água, como no caso de ralos, utilize hipoclorito
– Retire a água acumulada em lajes
– Dê descarga, no mínimo uma vez por semana, em banheiros pouco usados
– Mantenha fechada a tampa do vaso sanitário
– Evite acumular entulho, pois ele pode se tornar local de foco do mosquito da dengue

postada em 24/11/2021 11:28 – 45 visualizações

Fotos