Secretaria da Saúde assina termo de compromisso para reativação da unidade de neurofisiologia do HU

51

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), realizou, na manhã desta quarta-feira, 29, um simpósio em comemoração ao Dia Estadual da Conscientização Sobre a Epilepsia, celebrada no dia 26 de março – mesma data do Purple Day, ou o “Dia Roxo”, conhecido como o dia mundial de conscientização sobre a doença.

Durante o evento, que ocorreu no cinema do Centro Integrado de Cultura, no bairro da Agronômica, em Florianópolis, foi realizada a assinatura do Termo de Compromisso de Convênio entre a SES e a UFSC para a reativação do serviço de Neurofisiologia do Hospital Universitário (HU), responsável pelo tratamento de pacientes epiléticos.

O termo de compromisso foi assinado pelo secretário de Estado da Saúde, Vicente Caropreso, e pelo reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancelier. Também estiveram presentes na solenidade o secretário adjunto da Saúde, o médico Murillo Capella, o secretário Municipal de Saúde de Florianópolis, Carlos Alberto Justus da Silva, a diretora do HU, Maria de Lourdes Rovaris, entre outras autoridades.

A unidade, quando reformada, será capaz de oferecer exames de alta e média complexidade e será a única de Santa Catarina a oferecer o exame de vídeo eletroencefalograma (vídeo EEG) pelo Sistema Único de Saúde (SUS), objetivando atender pacientes de todo o estado.

A epilepsia é caracterizada por intensas descargas elétricas no sistema nervoso central, resultando em convulsões com manifestações involuntárias no comportamento, no controle muscular, na consciência e na sensibilidade do indivíduo. É a doença neurológica mais comum, com um estimativa de que, no Brasil, cerca de 4 milhões de pessoas sofram do transtorno. Sabe-se que uma média de 70% dos pacientes melhoram com tratamento adequado. No entanto, 30% desenvolvem a condição de difícil tratamento medicamentoso, necessitando de cuidados ao longo da vida.

Atualmente, mais de 120 pacientes com epilepsias de difícil controle são atendidos mensalmente no ambulatório do HU. Eles vêm de várias partes do estado e aguardam o exame de Video EEG. Somente após esta avaliação feita no HU é que os pacientes podem ser operados no serviço de referência em neurocirurgia da região que é o Hospital Governador Celso Ramos (HGCR).

Nesta ação conjunta, com mais recursos financeiros, estruturais e humanos na área da neurologia, a Secretaria de Estado da Saúde e a Universidade Federal de Santa Catarina possibilitarão a integralidade do cuidado e da assistência a mais de três mil pacientes ao ano.

Comentários estão fechados.