Segunda-feira de recuperação dos danos causados pelas fortes chuvas

0 39


A Prefeitura de Florianópolis trabalhou nesta segunda-feira (21), na limpeza e na abertura de valas, além de drenagem, sobretudo nas regiões Sul e Norte, as mais prejudicadas pelas fortes chuvas do final de semana. O secretário Valter Gallina calculou em cerca de R$ 2 milhões os danos causados em 52 vias públicas, mas destacou que um total de R$ 10 milhões devem ser investidos na recuperação delas e na execução de duas importantes obras de infraestrutura que prometem amenizar problemas em tempo muito chuvoso.
Segundo Gallina, esta semana ainda deve ser encaminhado para licitação a obra de pavimentação e drenagem da Rua Laura Duarte Prazeres (paralela à Avenida Pequeno Príncipe), a maior via do Campeche, no Sul da Ilha, sem pavimentação. Ela é de chão batido e receberá asfalto em toda a sua extensão, assim como ela e o seu o entorno terão a recuperação do sistema de drenagem. Já na segunda quinzena de julho deve ir para licitação a obra de macrodrenagem da Rua Cândido Pereira dos Anjos, conhecida como a Rua Geral do Travessão, uma das principais vias do Rio Vermelho, no Leste da Ilha. A via é cenário dos principais alagamentos locais e as melhorias também vão abranger a sua redondeza. 
Limpeza pública
Nesta segunda-feira, no Sul da Ilha, a Rodovia Açoriana, no Ribeirão da Ilha, teve o barro que desceu dos morros próximos sobre a via retirado, enquanto na Tapera foi feita uma série de desobstruções de bocas de lobo. Nestes dois bairros, assim como no Rio Tavares, no Morro das Pedras e no Campeche também foram abertas valas, principalmente, em terrenos baldios, para escoamento natural da água da chuva. A drenagem com o auxílio de caminhão hidrojato precisou ser feita no Campeche, em pequenos trechos de vias, e na tubulação que ainda estava obstruída, e na Costa de Cima do Pântano do Sul. Mas o mesmo serviço foi feito com motobomba nos Açores e no Centro do Pântano do Sul.
Na Região Norte foi iniciada a recuperação da área que teve a tubulação sob a Estrada Cristovão Machado Campos deslocada pela força das águas, tendo causado ruptura do pavimento asfáltico da via. Por conta disso, essa importante ligação entre a Vargem Grande e o Rio Vermelho está interditada por tempo indefinido. Ainda na região, a Prefeitura trabalhou com hidrojato em cinco ruas alagadas nos Ingleses.
No Leste da Ilha, o mesmo serviço foi executado em quatro ruas no Rio Vermelho e em ponto específico da Barra da Lagoa, próximo à Intendência.
Durante a semana, as regiões passarão por revisão do sistema de drenagem, nos pontos que sofreram alagamentos, para realização dos reparos que se fizerem necessários.

galeria de imagens


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.