Sesc São Paulo coordena via online mobilização contra sedentarismo

0 15


.

Mobilização mundial de combate ao sedentarismo, o Dia do Desafio chega hoje (27) à sua 26ª edição, em formato online, pela primeira vez, em virtude da pandemia da covid-19. Coordenadora do evento na América, a regional de São Paulo do Serviço Social do Comércio (Sesc São Paulo) compartilha, ao longo do dia, postagens sobre os benefícios da prática regular de exercícios físicos, convidando usuários das redes sociais a também dividir experiências, com fotos e vídeos, por meio das hashtags #DiaDoDesafio e #JuntosNoDiaDoDesafio. 

O conteúdo está sendo divulgado pelo Facebook do evento e pelo Instagram da divisão de esporte do Sesc São Paulo. Neste último, podem ser encontrados, ainda, vídeos recentes de aulas de diversas modalidades, como escalada, pilates de solo e consciência corporal, ministradas por instrutores da rede Sesc. Além das instruções, serão veiculados bate-papos e relatos sobre o impacto do esporte no cotidiano. 

No Brasil, a articulação conta com o apoio da International Sport and Culture Association (Isca) e da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Em outros pontos do globo, as atividades são organizadas pela The Association For International Sport for All (Tafisa). 

Para este ano, estava prevista a continuidade do Desafio Trienal, competição entre duplas do Brasil e outros 13 países (Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Guatemala, México, Honduras, Nicarágua, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela). Porém, com a pandemia, os jogos, iniciados em 2018, tiveram de ser cancelados. 

Mesmo com a adaptação para o ambiente digital, a campanha corre bem, na avaliação da assistente da Gerência de Desenvolvimento Físico-Esportivo do Sesc São Paulo, Claudia Campos. O propósito, disse, consiste em estruturar uma cadeia de parceiros, sejam gestores públicos ou entidades, que estimulem localmente as comunidades a adotar hábitos mais saudáveis, como acontece com a capital paulista, em que escolas da rede municipal de ensino aderem à causa.

Ao comentar os ajustes de rotina impostos pelo contexto da pandemia, como a própria intensificação do uso de celulares e computadores, Claudia disse que os profissionais da área desportiva da instituição surpreenderam-se com o alcance das apresentações por vídeo que têm feito regularmente. Segundo ela, algumas transmissões ao vivo – ou live, como são mais comumente chamadas – já atingem um público de cerca de 2 mil pessoas. “As pessoas interagem, compartilham. É uma nova forma de ver a atividade física”, disse. 

“Sobre essas iniciativas de estimular práticas, falo do Sesc aqui de São Paulo e também de outros estados, a gente tem tido um feedback muito positivo. É uma característica nossa [dos brasileiros] estar junto com as pessoas, ainda que seja por meio de uma tela, com alguém estimulando você a realizar uma atividade. Teve uma senhora que disse que estava com muita dor no ombro, fez uma aula de mobilidade e agradeceu pelo fato de estarmos perto nesse momento. É um aspecto muito positivo como a gente consegue se aproximar das pessoas por meio de uma fala que faz por vídeo, de um exercício que a gente veicula”.

De acordo com o Conselho Regional de Educação Física da 4ª Região, com sede na capital paulista, manter uma rotina de exercícios físicos pode auxiliar na amenização de quadros de estresse, ansiedade e depressão. Outro benefício é o gasto energético proporcionado, que pode contribuir para a resposta do sistema imunológico do corpo, o que, por sua vez, contribui para a prevenção e o tratamento de doenças, inclusive as crônicas não transmissíveis. O conselho cita, ainda, como efeitos da incorporação de exercícios físicos ao dia a dia melhoras cardiorrespiratória e óssea, resistência muscular e flexibilidade articular.

Edição: Fernando Fraga

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.