Surto de escorpião preocupa agentes de saúde de Tijucas

0 75

Moradores de Tijucas voltaram a entrar em contato com o Jornal Razão para evidenciar o constante aparecimento de escorpiões, principalmente na localidade da Joaia. Uma moradora, que em outra oportunidade entregou em mãos à nossa equipe alguns desses animais peçonhentos, na época relatando ter matado mais de 30 em sua casa, contou que em fevereiro o número dobrou.

No início do mês uma mulher chegou a ser atacada dentro de um supermercado, no Centro da cidade. Na oportunidade, felizmente, ela não precisou receber o antídoto do veneno e foi liberada depois de 6h de observação. Segundo o relato de alguns pais de alunos da Escola Alexandre Ternes Filho, na Joaia, uma criança supostamente escapou de uma picada dentro de uma sala de aula, porém a informação não foi confirmada pelas autoridades municipais.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através da do Departamento de Vigilância em Saúde, alerta a população para o aparecimento de escorpiões amarelos e marrons, principalmente, em alguns pontos da cidade.

Esses animais podem viver tanto em lugares desertos quanto matas. Se alojam em locais próximos a residências, córregos, cemitérios e construções, embaixo de pedras, entulhos, mato, lixo, tijolos. Os escorpiões alimentam-se outros animais, como baratas, aranhas, cupins e até mesmo pequenos vertebrados. Sendo assim, manter a limpeza da casa e de seus arredores, evitando o acúmulo de lixo e entulhos, ajuda a prevenir o aparecimento de escorpiões, que podem ser atraídos pela disponibilidade de abrigo e pelos animais que fazem parte da sua dieta e vivem nestes ambientes.

A Prefeitura de Tijucas, através da Secretaria Municipal de Obras, faz o trabalho de prevenção e manutenção em áreas públicas para evitar a procriação do escorpião, além disso, o Departamento de Vigilância Sanitária notifica os proprietários de terrenos particulares para manterem os locais limpos.

O Secretário Municipal de Saúde, Vilson José Porcíncula, alerta que em caso de acidente, as pessoas devem procurar, imediatamente, um atendimento médico. “Em caso de picada, o procedimento é lavar bem o local com água e sabão e buscar o mais rápido possível o atendimento”, enfatizou o secretário.

Evite acidentes:

– Verifique cuidadosamente calçados, roupas, toalha e roupas de cama antes de usá-los;

– Limpe periodicamente ralos de banheiro, cozinha e caixas de gordura;

– Mantenha camas e berços afastados, no mínimo, 10 cm da parede;

– Evite que lençóis toquem no chão;

– Feche frestas nas paredes, móveis e rodapés para que não sirvam de esconderijo para os escorpiões;

– Use telas nas aberturas dos ralos, pias e tanques;

– O acidente ocorre, geralmente, quando a pessoa encosta a mão ou pé no escorpião.

– Não deixe acumular lixo e entulho nos quintais, jardins, terrenos baldios e ao redor das residências;

– Evite a formação de ambientes favoráveis ao aparecimento dos escorpiões como restos de obras, materiais de construção e terraplanagem;

– Coloque o lixo em sacos plásticos fechados para evitar baratas e outros insetos;

– Mude, periodicamente, de lugar materiais de construção que estejam armazenados e lembre-se de proteger as mãos com luvas grossas na realização do trabalho;

– Retire de paredes e muros plantas ornamentais densas, arbustos e trepadeiras;

– Elimine fontes de alimento para os escorpiões (baratas, aranhas, grilos e outros pequenos animais invertebrados);

– Limpe terrenos baldios das redondezas dos imóveis ocupados;

– Evite a prática de queimadas em terrenos baldios, pois desalojam os escorpiões, entre outros animais;

– Preserve os inimigos naturais dos escorpiões, especialmente aves de hábitos noturnos lagartos, sapos;

– Mantenha jardins e gramados aparados e bem cuidados.

Fonte e foto: Jornal Razão

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.