Tijucas já investe quase R$ 1 milhão em saneamento e distribuição de água

343
PRESIDENTE DA COMPANHIA DE AGUA
Diretor do SAMAE de Tijucas, Wilson Bernardo de Souza: não faltou água no verão

Tijucas: Desde o início do ano, Tijucas já investiu quase R$ 1 milhão na ampliação da rede de distribuição de água, com 3,8 quilômetros de tubos de 250 milímetros da Avenida Emília Ramos até o Cemitério Municipal. Também foram implantadas aproximadamente 1,5 mil caixas padrão e no esgoto sanitário mais de 45 mil metros de rede. A informação é do diretor do Serviço Municipal de Água e Esgoto (SAMAE), Wilson Bernardo de Souza, que nesta semana concedeu entrevista ao Jornal Folha do Estado:

Folha do Estado: Quais são as obras e investimentos em água e esgoto previstos para o resto do ano?

Wilson Bernardo de Souza: Está previsto investimento em torno de  R$ 800 mil na captação de água do Rio Tijucas para encaminhar a estação de tratamento no bairro da Itinga. A água será tratada e distribuída para a população, em casos de emergência, por falta de água na cachoeira, uma estiagem ou fator climático. No esgoto, a intenção é investir ainda este ano em torno de R$ 2, 5 milhões na conclusão da rede coletora. Todos os valores com recursos próprios do Samae.

FE: De quê forma a vida do cidadão tijuquense mudou com os investimentos em água e esgoto?

WBS: No esgotamento sanitário ainda não temos resultado positivo, pois o sistema está em fase de implantação, mas na água é gratificante a satisfação que tivemos no último verão, quando toda nossa população passou todo o verão sem falta de água, tanto no centro como nos bairros, principalmente no Santa Luzia e Praça, que nos últimos 15 anos sempre sofreu com o desabastecimento.

FE: Qual foi o total investido até o momento? Os recursos são próprios?

WBS: No governo do prefeito Valério Tomazi todos os recursos arrecadados pelo Samae são provenientes do pagamento de água e devem ser destinados a água e ao saneamento básico.

FE: Como a Samae se prepara para enfrentar a escassez de água nas épocas de maior consumo? Existe algum projeto para ampliar os reservatórios e sistema de captação?
WBS: Estamos nos preparando com investimentos na captação de água do Rio Tijucas, para não sermos surpreendidos no caso de estiagem ou outros fatores climáticos.

FE:
Existe um departamento de ouvidoria na Samae? Quais as reclamações mais frequentes do consumidor?
WBS: No passado tínhamos muitas reclamações, principalmente por falta de água em alguns bairros. Hoje, o que recebemos são alguns avisos d cavaletes quebrados ou vazamentos em algum ponto da cidade.

 

Comentários estão fechados.