TRÁFICO: Operação Realeza interroga 25 réus em Brusque

0 283

Com segurança reforçada, audiência da Operação Realeza interroga 25 réus em Brusque

A Vara Criminal da comarca de Brusque realizou nesta semana a primeira audiência de instrução nos autos da ação penal referente à Operação Realeza, deflagrada pela Polícia Civil em 2018, para apurar a prática dos crimes de organização criminosa, tráfico de drogas e associação para o tráfico naquela cidade.

Ao todo, 25 pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público por integrar a organização criminosa que atua em todo o território catarinense, de dentro e de fora de unidades prisionais, e parte deles também pela prática de delitos de tráfico de drogas e associação para o tráfico, inclusive adolescentes. Foram necessárias nove horas e meia para ouvir as sete testemunhas de acusação, quatro testemunhas de defesa, além dos interrogatórios dos 25 acusados.

Dos denunciados, 24 encontram-se recolhidos em unidades prisionais do Estado, nas cidades de Brusque, Itajaí, Itapema, Tijucas e Blumenau. Apenas uma acusada responde ao processo em liberdade. A fim de assegurar a segurança de todos os envolvidos durante o ato processual, a comarca contou com um forte esquema de segurança por parte do Departamento de Administração Prisional (DEAP) e da Polícia Militar. O processo aguarda o retorno de uma carta precatória para, após, as partes requererem diligências finais ou apresentarem suas alegações finais. Após, os autos estarão conclusos para sentença (Autos n. 0004552-05.2018.8.24.0011).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.