Últimas palavras de diretora morta por tiro acidental são divulgadas

0


source
Haylna nasceu na antiga União Soviética
Reprodução

Haylna nasceu na antiga União Soviética

Últimas palavras de Halyna Hutchins, morta por um tiro acidental disparado pelo ator Alec Baldwin, foram reveladas. Nesta segunda-feira (1), o jornal LA Times divulgou que a diretora de fotografia tratou a situação com bom humor. 

“Isso não foi bom. Não foi nada bom”, revelou o jornal. A frase foi dita enquanto outra pessoa gritava para que um médico a socorresse. Relatos apontam que Hutchins tropeçou para trás e caiu nos braços de uma pessoa da equipe e do diretor Joel Souza, também atingido no ombo pelo tiro. 

“Que merda foi essa? Isso está queimando!”, teria dito Joel. Alec Baldwin, que fez os disparos, teria se assustado e dito: “O que diabos está acontecendo?”.

Leia Também

No sábado (30), Alec se pronunciou pela primeira vez sobre o caso. “Eu não estou autorizado a fazer nenhum comentário, porque se trata de uma investigação em andamento. Eu fui orientado pelo xerife de departamento a não responder a nenhuma pergunta sobre a investigação em que uma mulher morreu. E ela era minha amiga”, disse Baldwin, para a Fox News.

Alec também comentou sobre como está o viúvo da diretora. “Ele [o marido de Hutchins] está em choque, ele tem um filho de nove anos. Estamos em contato constante com ele porque estamos muito preocupados com sua família e seu filho. Como eu disse, estamos ansiosos esperando que a polícia nos diga o que sua investigação revelou.”

Fonte: IG GENTE