Wal-Mart remove propagandas de jogos e filmes violentos após tiroteios nos EUA

0 1.676

Após dois tiroteios em duas de suas lojas nos EUA na última semana, a gerência da rede de varejo Wal-Mart decidiu, em resposta, remover propagandas de jogos violentos – além de filmes e vídeos de caça – de suas unidades no país.

O primeiro caso ocorreu em 30 de julho, na cidade de Southaven, Mississipi, em que um atirador matou dois trabalhadores e um policial; o segundo, em El Paso, Texas, causou a morte de 22 pessoas e deixou mais 24 feridas.

Em resposta, políticos do Partido Republicano como o presidente Donald Trump e o líder Minoritário do congresso, Kevin McCarthy, culparam a influência dos games no público, e não outros fatores como a facilidade de adquirir armas de fogo legalmente, ou outros elementos socioeconômicos no país.

O Wal-Mart, por sua vez, enviou um memorando para seus funcionários para retirar referências de jogos, filmes e vídeos com conteúdo violento de suas lojas. Imagens com cópias do documento foram divulgadas no reddit e pelo jornalista Kenneth Shepard.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.